Câmara recebe reunião de assentados com Casa Civil

por deneripr — publicado 05/04/2016 12h03, última modificação 05/04/2016 12h03
Reunião entre os assentados do vale do juinão com representante da casa civil para tratar da regularização agrária do assentamento.
Câmara recebe reunião de assentados com Casa Civil

05/04/2016 - Reunião com assentados do Vale do Juinão

 

 

Na manhã desta terça-feira (05) o Plenário Henrique Simionatto recebeu um grande público para uma reunião de extrema importância para inúmeras famílias assentadas no vale do juínão, região conhecida popularmente como "assentamento da Tassiana".

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques enviou como representante do Estado Wellington Silva Assessor da Casa Civil - Gabinete de Relações Políticas, ao município de Juína para ouvir as reivindicações dos moradores e autoridades presentes.

Após a abertura realizada pela presidenta da Câmara Municipal de Juína, Ivani Cardoso Dalla Valle, a reunião contou com a fala do presidente da associação de moradores "Vale do Juinão", o sr. Lindomar Costa Gomes que abriu a reunião fazendo pedido ajuda do governo de Mato Grosso na causa da regularização do assentamento.

DSC06420.JPGO vereador Geraldo Antônio Ferreira (Geraldinho da Palmiteira), que sempre esteve envolvido com a regularização da área, foi o primeiro vereador a se pronunciar durante a reunião, expondo os problemas e necessidades dos assentados.Também usaram a palavra os vereadores Elzira Salete Bergamin, Antônio Munhoz Sanches (Tuna), Sandro Cândido da Silva, Nadilei Soares Teixeira (Nadia da Record), Daniel Honorato da Rosa (Daniel Ebenézer), Irene Delise Fonseca (Irene da Terra Roxa), Valdemar Teixeira de Farias (Valdemarzinho) além da fala do Prefeito Municipal Hermes Lourenço Bergamin.

DSC06428.JPGApós todas as falas Wellington tomou a palavra para trazer a população o posicionamento do Governo do Estado de Mato Grosso sobre o tema, que declarou aos presentes que as família assentadas não seriam retirados de suas propriedades, apesar do conhecimento da liminar judicial, o governo estará esforçando-se ao máximo para solucionar o problema, e que o processo de desapropriação da área está nas mãos do governador Pedro Taques, e o procedimento a ser adotado apartir de agora será uma reavaliação do valor a ser pago pelo Estado para a efetiva desapropriação, haja vista duas avaliações muito diferentes do valor da área, uma de 18 milhões e outra de 5 milhões.



 



Matdrot
Matdrot disse:
28/01/2020 18h05
Online Propecia Prices http://cheapcialisir.com - buy generic cialis Cephalexin Sensitivities <a href=http://cheapcialisir.com>Cialis</a> Achat Cialis Pharmacie En Ligne